TÍPICO BRASIL – CHICA CHICA BOOM

Publicado em 17/09/2021 por Andressa Pedry

Passear por Portugal e no pensar na palavra gastronomia é algo extremamente impossível porque uma das maiores características deste país é comermos muitíssimo bem!

Chefs, cozinheiros e curiosos testam o nosso paladar a cada instante para novos sabores e experiências inesquecíveis. Hoje deixo a dica de um local com pratos de nos fazer lamber os dedos e chorar por muito mais.

AS EMPREENDEDORAS

Gabriela Loureiro

Paranaense, formada em gastronomia, mestre em ciências gastronómicas pela Universidade de Lisboa, estagiou na França onde teve seu primeiro contacto profissional com a pastelaria, trabalhou nas cozinhas de Felipe Bronze e José Avillez. Vive em Portugal desde 2013, passou da restauração para a hotelaria em 2015. Em 2019 tornou-se empreendedora, abrindo o ChicaChicaBoom onde hoje é chefe e gestora.

Carla Upiati 

Brasisiliense, estudou gastronomia no IESB e trabalhou com grandes chefes no Rio de Janeiro, fez consultorias e desenvolvimento de cardápios, veio para Portugal em 2017 e desde então teve projetos autónomos em pastelaria e cake design. Em 2019 inaugurou o ChicaChicaBoom onde hoje é chefe e gestora. 

CHICA CHICA BOOM

Quando falamos em “Chica Chica Boom” logo nos vem em mente um dos grandes sucessos da querida Carmen Miranda! E sendo assim, como nasce a ideia do espaço e porque com esse nome? 

O nome vem justamente da ideia “luso brasileiro” que a Carmen Miranda representava, sendo brasileira nascida em Portugal.

Por esse caminho, seguimos nas nossas inspirações para comida que servimos na casa. Homenageando a música, a arte e cultura de uma forma bem feminina. 

Quantas pessoas estão envolvidas nesse projeto? 

Somos 2 mulheres diretamente envolvidas no projeto, mas connosco temos mais gente. Os parceiros, o pessoal e os amigos. O ChicaChicaBoom é quase um projeto colaborativo e com certeza somos abençoadas de termos tanta gente engajada conosco. 

O que vocês adotaram de diferencial nos vossos serviços para atrair os clientes? 

A comida menos conhecida que vem da nossa terra. Tentamos fazer pratos das várias partes do Brasil. O que não conseguimos executar literalmente, fazemos por similaridade e também colocamos um toque pessoal nas receitas. Claro que privilegiamos os produtos que temos na estação e vamos sempre em busca dos novos pratos.

O vosso menu é prático porém bem variado. Dentre tudo, existe algum prato preferido ou que vocês sempre indicam, caso seja a primeira visita ao espaço? 

A carta é bem enxuta e muda com alguma frequência. Hoje o mais indico é o Arrumadinho, nas duas versões,  vegetariana ou com carne seca.

Mas também tem Açorda de Moqueca, os Rolos de Pato com espuma de maracujá e algumas outras opções deliciosas que farão qualquer cliente ficara desejando mais.

Trata-se da culinária brasileira. Qual a região do Brasil que vcs mais exploraram no menu? Sabemos que de norte a sul e de leste a oeste, o Brasil tem inúmeras receitas e a perder de vista. 

As comidas do sul e nordeste são as mais exploradas por sermos dessas regiões. A Gabi é do Paraná e a Carla é de Brasília, mas a família toda do nordeste.

Também temos pratos do centro como a Galinhada com pequi, já tivemos o Barrando (paranaense) e vamos aproveitando a diversidade das receitas brasileira como inspiração para novos pratos. 

A decoração do espaço inspira tempos antigos e percebemos que existe um certo aproveitamento de móveis. Isso nos faz viajar no tempo. Porque esta escolha? 

É bem verdade que quando chegamos ao local já estava assim decorado, com cara de casa da avó. Nós apenas reorganizamos e demos um toque particular para que tudo estivesse em perfeita sintonia com as nossas comidas, que são saudosistas, aconchegantes e familiares. A ideia é chegar aqui e sentir-se sempre em casa com o conforto de um bom prato.

Vocês são sócias é só mulheres! Certo? Amigas ou familiares? 

Sim! Somos amigas e sócias. Fazemos tudo com muito amor e cumplicidade. Por isso tem sido um sucesso essa parceria.

Em época de pandemia, qual foi o maior desafio enfrentado? 

O maior desafio foi nos organizarmos para fazer entregas. Nossa cozinha na sua maioria não é uma comida de viagem. Não estava adaptada, nunca tínhamos cogitado trabalhar com delivery ou take away.  Então mudamos a carta, compramos embalagens (ecológicas) e colocamos outros pratos típicos, que até então optavamos por fazer apenas em eventos, como a feijoada. 

Qual o vosso segredo? 

Trabalhar com amor e dedicação. Não é segredo, até pode ser um pouco clichê, mas é o que resulta. Somos cozinheiras que decidiram serem chefes do próprio negócio.

Empreender tem sido um desafio que não dá espaço para segredos. Ainda estamos aprendendo o caminho enquanto caminhamos.  

O Restaurante Chica Chica Boom localiza-se na Calçada Santo Amaro nº 6, Alcântara – Lisboa

E assim eu me despeço deste artigo delicioso e que ja me deixa com mais vontade de la voltar. Na próxima sexta-feira vocês terao informações de um local que abriu a poucos dias em Lisboa e que alem de novidade é simplesmente uma de-lí-cia!

Um super beijinho meu e ate lá

Uma resposta para “TÍPICO BRASIL – CHICA CHICA BOOM”

  1. Mariângela disse:

    Que delícia….tive o prazer de degustar essa maravilha, parabéns pela matéria, espetacular !!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Compartilhe esta matéria!

RSS
E-mail
Facebook
Twitter
LinkedIn





Instagram da Andressa


Translate